domingo, 13 de julho de 2008

Das Trevas...

Acho que nestes últimos anos nunca tive tantas expectativas para um filme como para "The Dark Knight", segundo filme de Christopher Nolan sobre um dos melhores heróis de Banda Desenhada de sempre, Batman. Fiquei extremamente agradado com o primeiro, "Batman Begins", e pelos vistos o Sr. Nolan prepara-se para subir a parada no segundo filme. Já conhecia a obra deste realizador, que nos deu "Memento" e a versão de Hollywood do thriller norueguês "Insomnia", mas com "Batman Begins" e "The Prestige", este senhor firmou definitivamente os seus créditos, no que respeita à minha opinião. De facto estabeleci uma ligação entre Nolan e David Fincher, que se tornaram dois dos meus favoritos realizadores, por dedicarem tanta atenção ao conteúdo como à forma e por terem uma queda para contar estórias com uma estética noir ou gritty.

Voltando ao filme, tudo o que vi e li até agora só me causou boas impressões. O que me assusta, porque assim a magnitude da desilusão, caso ocorra, só poderá ser maior do que o normal. Mas pronto, é difícil de evitar dada a presumida qualidade da produção do filme, bem como toda a atenção dada aos pormenores que rodeiam o marketing do filme. Um bom exemplo pode ser encontrado no site Why So Serious?.

Aí encontram um resumo de todas as denominadas "viral campaigns" de publicidade, que se estenderam desde sites de internet que tratavam acontecimentos do Batman mythos como verdadeiros, a organização de encontros de fãs e seguidores do herói e do vilão, acontecimentos como encomenda de bolos em pastelarias feitas pelo Joker e iluminação de prédios com o Bat-sinal. Tudo isto em várias cidades, por vezes em diferentes continentes.
Mais leitura sobre isto aqui.

Posteriormente, todos estes sites foram delapidados pelo vilão, incluindo o site oficial do filme, que agora se encontra coberto de rabiscos, com gargalhadas à mistura.

Imagem retirada do site oficial do filme "The Dark Knight"

É claro que a infelicidade que se abateu sobre Heath Ledger aumentou o hype já de si grande. Na verdade, isto cresceu tanto, que aparentemente muitos cinemas nos E.U.A. estão a planear exibições do filme no fim-de-semana de estreia para as 3h e 6h da manhã, para lidar com a enorme procura de bilhetes que se verificou até ao momento.

Dito isto, resta-me esperar até à estreia do filme e rezar para que o filme seja no mínimo tão bom como o primeiro (ah, e tentar arranjar maneira de o ver com o som original...).

5 comentários:

Espigõum disse...

F#§k man, não brinques. Se dobrarem o filme 'vai haver' mortes.
..ok.. + mortes.

:]
_signed, Joker (LOL)

Soneca disse...

Pois, acho muito interessante a comparação que fazes entre o David Fincher e o Nolan. Acho que é mesmo certeira!

Também estou em pulgas para ver o filme. Gostei muito do Batman Begins e de vez em quando dou uma vista de olhos à publicidade que anda à volta do filme. É extraordinária! E digo-te uma coisa, estou ansiosa para ver o Heath Ledger! Pelo pouco que nos é dado a ver, que grande interpretação!

Quanto ao filme em si, por cá só estreia dia 24 - país periférico!! Espero que o consigas ver por aí mais cedo do que nós! E de preferência em inglês... (não fazia ideia que os alemães eram tão preguiçosos... bolas!)

Curufinwë disse...

Não li muito bem o post porque tenho tentado manter-me o mais distante possível do filme.

Daqui a uns dias falamos...

Curufinwë disse...

Fui vê-lo hoje.

É interessante, sim, embora as cenas de acção sejam péssimas.

Não lhe dou, de todo, um 10 em 10, mas sim um 7,5.

Sinceramente, prefiro o filme anterior...

Salvaguardo, no entanto, a prestação de Heath Ledger enquanto Joker - é brilhante!

Sarcaustico disse...

Também já vi o filme...

Resumo dos meus comentários-tipo dos últimos 15 anos à saída do cinema...

1 A personagem "x" até era interessante (Batman the Dark Knight).

2 Gostei muito do filme mas também gostava que os actores se olhassem cara a cara mesmo quando têm uma diferença de 93 cm de altura (300).

3 A cena "y" está muito bem feita (Aliens Vs Predator). Nota... a cena "y" representa 0.85% do filme, ou seja… se 4 euros são 100% do filme eu só receberei 3 cêntimos e 40 avos de cêntimo de qualidade.

4 Os primeiros 20 minutos do filme valeram a pena. (Indiana Jones)

5 Os últimos 5 minutos do filme foram o único que se aproveitava (Terminator 3)

E para quando um único filme em que possa dizer tudo isto no final?


Na impossibilidade de fazer um seguro aos meus 4 euros antes de entrar na sala só sei que se vai passar muito tempo até ir ao cinema novamente.
Que as poucas jóias a que assisti, como o American Beauty ou até o Homem de Ferro me perdoem mas não tenho dinheiro nem saúde para andar a garimpar