segunda-feira, 30 de junho de 2008

Sabedoria pueril em contexto matinal

Hoje, bem cedo, cerca das 7h15m, eu e a minha pequena família tomávamos o pequeno-almoço. Enquanto eu e o meu marido lutávamos contra mais uma investida daquilo a que se chama sono e, com o corpo exausto, tentávamos perceber o que raio andamos a fazer durante a noite para que se apoderasse de nós um cansaço que deveria ter sido extinguível com algumas horas de sono, a nossa filha, com uma energia completamente absurda, repetia que queria ver os desenhos da “Rê-Pê-Pê 2”. Havia sim o EuroNews, mas desenhos nem vê-los! Mas ela não se atrapalhou muito. Continuou a falar, a falar e em cerca de dois minutos (não estou a exagerar) deitou cá para fora estas belas afirmações, mais ou menos encadeadas:
"Os macacos comem bananas."
"Os elefantes gostam de água na praia."
"O papá anda de bicicleta com os senhores."
"As senhoras são muito malucas com o papá."
"O iéti não existe."

Tenho a certeza que na cabeça dela tudo faz sentido!

3 comentários:

ale disse...

ohhhhh, eu que era tão crente no iéti.....
beijinhos!

Espigõum disse...

Eu para já ainda não vi elefantes na praia, mas admito que, 1º, já saber o que é um Iéti, e 2º, saber que eles não existem, de tenra idade... é obra.
Até que merecia que a recompensassem com os ditos desenhos animados :')
'Bad Euronews, bad!...'

Curufinwë disse...

Ora, sendo verdade que os macacos gostam de bananas, os iétis não existem e os elefantes gostam de água (na praia ou não), resta a questão:

Onde estão essas senhoras que são malucas com o papá?

(por questões meramente viris, no entanto, vamos ignorar o facto do papá andar de bicicleta com esses senhores de identidade anónima...)